|

Notícias

Notícias em destaque
13
ago

Pernambuco está de Luto. Morre Eduardo Campos. Relembre sua trajetória política

Eduardo Henrique Accioly Campos nasceu no Recife em 10 de agosto de 1965, filho do escritor Maximiano Campos e Ana Arraes. Neto do também político Miguel Arraes, Eduardo conviveu desde a juventude com os maiores nomes da política local e nacional. Casado com Renata Campos de Andrade Lima – companheira dos tempos de adolescência – Eduardo tem cinco filhos: Maria Eduarda, João, Pedro, José Henrique e o caçula, Miguel, nascido em 2014 e que leva o nome do célebre bisavô. 

Com apenas 16 anos ingressou no curso de Economia na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e aos 20 concluiu a faculdade como aluno laureado e orador da turma. Em 1990 ingressou oficialmente na vida pública e se filiou ao Partido Socialista Brasileiro (PSB). No mesmo ano foi eleito Deputado Estadual. 

Eduardo chegou ao Congresso Nacional pela primeira vez em 1994 e foi reeleito deputado federal em 1998, com o número recorde de 173.657 mil votos – a maior votação no estado. Em 2002, atuou pela terceira vez no Congresso. Em 2003, tomou posse como ministro da Ciência e Tecnologia do primeiro governo Lula. 

Eduardo Campos assumiu em 2005 a presidência nacional do PSB. No início de 2006, se licenciou da presidência para concorrer ao governo de Pernambuco, pela Frente Popular. Em 2011, foi reeleito presidente do partido, com mandato até 2014.

Eduardo Campo conquistou diversos prêmios:

1990 – Prêmio Leão do Norte – entregue pela Assembléia Legislativa aos parlamentares com atuação mais relevante.
2009 – Considerado pela Revista Época um dos 100 brasileiros mais influentes do ano.

2010 – Primeiro colocado no Ranking de governadores estabelecido pelo Instituto Datafolha de Pesquisas, sendo uma dessas com 80% de aprovação entre os pernambucanos.

2011 – Apontado pela pesquisa Ibope/Band como o melhor governador do Brasil e novamente, pela Revista Época, um dos 100 brasileiros mais influentes do ano.

2013 – O programa Pacto pela Vida – política de segurança pública do governo de Eduardo – recebe o prêmio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) na categoria “Governo Seguro – Boas práticas em prevenção do crime e da violência”.

Eduardo Campos visitou Vitória de Santo Antão em diversos eventos, tendo um deles ocorrido na FAINTVISA. Evento este intitulado Seminário Regional Todos por Pernambuco, ocorrido em abril de 2011.

No dia em que são passados nove anos do falecimento de Miguel Arraes, o presidente do Partido Socialista Brasileiro, ex-governador de Pernambuco e candidato à Presidência da República, e foi vítima de acidente aéreo, no estado de São Paulo.

Aos 49 anos recém completados, Eduardo Campos vivia o auge de sua brilhante carreira política: deputado estadual, secretário de Estado de Pernambuco, deputado federal, ministro de Estado, governador de Pernambuco reeleito por consagradora maioria, oferecia sua experiência e juventude ao serviço do País.