|

Notícias

Notícias em destaque
9
jul

Entenda por que você deve investir em cursos extracurriculares nas férias

Depois do último dia de aula do semestre, são poucos os alunos que querem voltar à faculdade, sobretudo depois de todas aquelas noites em claro por causa de provas e trabalhos. Embora o descanso e a diversão devam ser de fato algumas das prioridades dos universitários, é importante lembrar que este tempo livre pode também servir como uma oportunidade para correr atrás dos seus interesses. Em outras palavras, as férias podem ser usadas para investir em cursos que abordem as habilidades e os conhecimentos que você pretende usar depois da graduação ou, ainda, em competências complementares que, mesmo não tendo ligação direta com sua área, despertam em você certo entusiasmo.
Mas é possível garantir um aprendizado proveitoso sem abrir mão dos seus momentos de lazer durante as férias? Para ajudá-lo a responder esta pergunta, a Universia Brasil reuniu algumas dicas. Confira-as a seguir:
1 – Considere a duração do curso antes de se inscrever
Duas semanas ou até mesmo um mês são períodos muito curtos para conhecer profundamente todas as nuances de determinado tema e, por isso, você deve considerar estas aulas como uma espécie de introdução, uma base para mais tarde você estudar autonomamente ou buscar aulas mais complexas. Para que você possa garantir o máximo de absorção dos conteúdos trabalhados em sala, é importante manter o foco e evitar o multitasking durante o curso. Assim, você diminui as chances de se perder ao longo das exposições e, ainda,  pode garantir mais tempo para se dedicar aos seus outros interesses e passatempos, já que não precisará estudar tanto em casa para voltar a acompanhar a classe.
2 – Pense nas suas necessidades a longo prazo
Independentemente de já ter definido ou não o que quer fazer depois da formatura, você pode aproveitar seu tempo livre para experimentar as áreas que, a princípio, chamam sua atenção. Por isso, observe o conteúdo programático do curso antes de se inscrever até mesmo para se certificar de que terá fôlego e disposição para acompanhar as aulas do começo ao fim.
Lembre-se também que este pode ser um bom momento para retomar os conteúdos que você teve na faculdade neste semestre, mas não compreendeu muito bem. Num ambiente diferente e a partir da perspectiva de outro docente, talvez seu aproveitamento seja melhor.
3 – Não fique só nos livros
Os cursos são também lugares para conhecer pessoas novas com os mesmos interesses que você, algo que pode tanto maximizar sua experiência enquanto estudante – já que um pode ajudar o outro, dando dicas e esclarecendo dúvidas –, quanto expandir o seu networking e, quem sabe, estimular sua criatividade para formular um projeto pessoal na área. Por isso, não encare o curso como uma atividade burocrática, que impõe a leitura de determinado texto, por exemplo. Este deve ser do seu interesse justamente para garantir um melhor aproveitamento da sua vida enquanto universitário e profissional e, por que não, das suas férias.
Fonte: Universia Brasil