|

Enfermagem

INFORMAÇÕES DO CURSO



APRESENTAÇÃO

Apresentação do Curso

O curso de Bacharelado em Enfermagem da FAINTVISA está estruturado seguindo a mais recente legislação educacional do MEC, visualizando os avanços das tecnologias, a dinâmica do mercado de trabalho do país e mais especificamente da região e ainda com o olhar focado nos princípios do SUS.

O nosso corpo docente é formado de professores com titulação quase que exclusivamente de mestre e doutores somando-se a larga experiência na docência de todos.

Acreditamos que vamos entregar a este mercado exigente e ávido de bons profissionais, Enfermeiros (as) capazes de ajudar na construção de um novo modelo de saúde que tenha como base as necessidades sociais de saúde da população desta região e do país.

OBJETIVO

Obejtivos do Curso

Objetivo Geral

O Curso de Bacharelado em Enfermagem se propõe formar profissionais enfermeiros comprometidos com o atendimento da população, conscientes da ciência e da arte do cuidar como instrumento da sua atuação profissional e como garantia à integridade da assistência compreendida como um conjunto articulado e contínuo de serviços preventivos, curativos, individuais e coletivos no contexto das políticas de saúde.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  • Formar planejadores e gestores, aptos a atuar de maneira responsável na administração de empreendimentos de diversos segmentos da economia;
  • Formar profissionais com competências e habilidades compatíveis com a dinâmica existente no mercado, comprometidos com a ética e a responsabilidade social, na perspectiva de um desenvolvimento sustentável;
  • Capacitar os estudantes para o exercício da prática da gestão, com vistas a melhorar a produtividade e competitividade das organizações em que venham a desempenhar as suas funções;
  • Propiciar a formação de lideranças profissionais com uma consciência sistêmica da sua atuação, mediante o desenvolvimento de novas opções de negócios;
  • Formar cidadãos éticos e responsáveis que sejam capazes de interferir na mudança da conjuntura social;

COORDENAÇÃO

Bartolomeu José dos Santos Júnior
Possui Mestrado em Ciências da Saúde pela Universidade de Pernambuco (UPE), Especialização em saúde do trabalhador (IBPEX) e especialização em medicina chinesa com ênfase em Acupuntura (CITE), Graduação bacharelado e licenciatura em enfermagem pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). CV: Clique Aqui!

SECRETÁRIA:
Evone Maria Pereira da Silva
E-mail: enfermagem@faintvisa.com.br
Ramal: 236

DOCENTES

CORPO DOCENTE TITULAÇÃO MÁXIMA
ALEXANDRE LIBÂNIO SILVA REIS DOUTOR
ANA CECÍLIA AMORIM DE SOUZA ESPECIALISTA
ANDRÉA SANTOS LIMA DOUTORA
BARTOLOMEU JOSÉ DOS SANTOS JR MESTRE
CRISTIE ARAÚJO MESTRE
DANIELE FERREIRA DE SIQUEIRA MESTRE
DAVID FELIPE SANTANA MESTRE
EDUARDO HENRIQUE GOMES RODRIGUES DOUTOR
EMANUELA DE OLIVEIRA SILVA ESPECIALISTA
FÁBIO JOSÉ DOS SANTOS AGUIAR MESTRE
JANICE VASCONCELOS OLIVEIRA MESTRE
JOÃO VICTOR BATISTA CABRAL ESPECIALISTA
JULYANA VIEGAS CAMPOS MESTRE
SEVERINO MARCOS CARNEIRO ESPECIALISTA
MARCOS JONATHAN LINO DOS SANTOS ESPECIALISTA
MARIA STELLA AMORIM DE LIMA ESPECIALISTA
MÁRIO SÉRGIO DIAS NOGUEIRA ESPECIALISTA
MIKAELA MOURA DOS SANTOS MESTRE
HELI FERREIRA MESTRE
PIERRE TEODÓSIO FÉLIX DOUTOR
SORAIA  LINS DE ARRUDA COSTA MESTRE
SUELY LUNDRGREN AUSTRAGÉSILO MESTRE
SUZANA MARQUES DANTAS DE OLIVEIRA MESTRE
LUCIANA CRISTINE DA COSTA DE BRITO ESPECIALISTA
FÁBIO JOSÉ FIDÉLIS ALMEIDA DOUTOR

MENSALIDADE

VALOR INTEGRAL ATÉ O 5º DIA ÚTIL
COM 30% DE DESCONTO
R$ 932,93 R$ 653,00

MATRIZ CURRICULAR

1° Período

MATRIZ CURRICULAR CARGA HORÁRIA
HISTÓRIA DA LEGISLAÇÃO E ENFERMAGEM 60h
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA FILOSOFIA 45h
CITOLOGIA 60h
ANATOMIA 90h
BIOQUÍMICA 60h
BASES ANTROPOLÓGICAS E SOCIAS EM SAÚDE 45h
CARGA-HORÁRIA SEMESTRAL 360h

2° Período

MATRIZ CURRICULAR CARGA HORÁRIA
METODOLOGIA DA PESQUISA I 45h
FISIOLOGIA 90h
BIOFÍSICA 30h
HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA 60h
SAÚDE COLETIVA I 60h
PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO 45h
GENÉTICA 45h
CARGA-HORÁRIA SEMESTRAL 375h

3° Período

MATRIZ CURRICULAR CARGA HORÁRIA
MÉTODOS E TÉCNICAS DE ENSINO 30h
PROCESSOS PATOLÓGICOS GERAIS 60h
MICROBIOLOGIA E IMUNOLOGIA 60h
BASES TEÓRICAS E TÉCNICAS DO CUIDAR EM ENFERMAGEM I 120h
FARMACOLOGIA 60h
BIOÉTICA E DEONTOLOGIA 45h
CARGA-HORÁRIA SEMESTRAL 375h

4° Período

MATRIZ CURRICULAR CARGA HORÁRIA
METODOLOGIA DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM 45h
BASES TEÓRICAS E TÉCNICAS DO CUIDAR EM ENFERMAGEM II 135h
PSICOLOGIA APLICADA A SAÚDE 45h
NOÇÕES DE NUTRIÇÃO E DIETOTERAPIA 45h
BIOESTATÍSTICA 45h
EPIDEMIOLOGIA 45h
PARASITOLOGIA 30h
CARGA-HORÁRIA SEMESTRAL 390h

5° Período

MATRIZ CURRICULAR CARGA HORÁRIA
ENFERMAGEM EM SAÚDE DO IDOSO 60h
ECOLOGIA E SAÚDE AMBIENTAL 60h
DOENÇAS INFECCIOSAS E PARASITÁRIAS 105h
SAÚDE COLETIVA II 105h
INTRODUÇÃO A ADMINISTRAÇÃO 60h
SAÚDE DO TRABALHADOR 45h
CARGA-HORÁRIA SEMESTRAL 435h

6° Período

MATRIZ CURRICULAR CARGA HORÁRIA
ENFERMAGEM EM CLÍNICA GERAL 105h
ENFERMAGEM EM CLÍNICA CIRÚRGICA 105h
ENFERMAGEM EM BLOCO CIRÚRGICO E SALA DE RECUPERAÇÃO 60h
ENFERMAGEM EM CENTRO DE MATERIAL E ESTERILIZAÇÃO 45h
METODOLOGIA DA PESQUISA II 45h
DISCIPLINA ELETIVA 30h
CARGA-HORÁRIA SEMESTRAL 390h

7° Período

MATRIZ CURRICULAR CARGA HORÁRIA
DISCIPLINA ELETIVA 30h
ENFERMAGEM EM PSIQUIATRIA DA CRIANÇA E ADOLESCENTE 60h
ENFERMAGEM EM PSIQUITRIA DO ADULTO 90h
ENFERMAGEM EM SAÚDE DA MULHER 45h
ENFERMAGEM EM RECURSOS HUMANOS E MATERIAS 45h
ENFERMAGEM EM NEONATOLOGIA 75h
CARGA-HORÁRIA SEMESTRAL 345h

8° Período

MATRIZ CURRICULAR CARGA HORÁRIA
ENFERMAGEM EM EMERGÊNCIA 75h
ENFERMAGEM EM UNIDADE DE UTI 60h
ENFERMAGEM EM PEDIATRIA 75h
ENFERMAGEM EM SAÚDE DO HOMEM 30h
ENFERMAGEM EM OBSTETRICIA NORMAL E PATOLÓGICA 90h
ADMINISTRÇÃO DOS SERVIÇOES DE ENFERMAGEM 60h
CARGA-HORÁRIA SEMESTRAL 390h

9° Período

MATRIZ CURRICULAR CARGA HORÁRIA
ESTÁGIO CURRICULAR NAS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE 420h
ORIENTAÇÃO DE MONOGRAFIA / SEMINÁRIOS 45h
CARGA-HORÁRIA SEMESTRAL 465h

10° Período

MATRIZ CURRICULAR CARGA HORÁRIA
ESTÁGIO CURRICULAR EM HOSPITAIS GERAIS E ESPECIALIZADOS. ADMINISTRAÇÃO/ASSISTENCIA 420h
ORIENTAÇÃO DE MONOGRAFIA 45h
CARGA-HORÁRIA SEMESTRAL 465h

ELETIVAS

MATRIZ CURRICULAR CARGA HORÁRIA
ENFERMAGEM A CLIENTE EM ESTADO CRÍTICO/TERMINAL 30h
INTERPRETAÇÃO DE EXAMES LABORATORIAIS 30h
CAPACITAÇÃO PEDAGÓGICA 30h
SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM DOMICILIAR 30h
PRÁTICAS ALTERNATIVAS EM SAÚDE 30h
LIBRAS 30h

ATIVIDADES COMPLEMENTARES 

CARGA HORÁRIA 90h

DURAÇÃO E CARGA HORÁRIA DO CURSO DE BACHARELADO EM ENFERMAGEM

O CURSO DE BACHARELADO EM ENFERMAGEM DA FAINTVISA TEM UMA CARGA HORÁRIA TOTAL DE 4080 HORAS INCLUINDO O ESTÁGIO CURRICULAR. É INTEGRALIZÁVEL NO MÍNIMO EM (05) CINCO ANOS, OU SEJA 10 SEMESTRES LETIVOS

MANUAL DE ESTÁGIO E ATIVIDADES PRÁTICAS EM ENFERMAGEM FAINTVISA

Apresentação 

  O presente manual foi desenvolvido pela Coordenação do Curso e Supervisão de Estágios em Enfermagem das Faculdades Integradas da Vitória de Santo Antão – FAINTVISA. Visa servir como base para consulta, tendo como intuito a simplificação no cumprimento das práticas, bem como delimitar os papéis dos membros envolvidos no processo e também os critérios de avaliação. Além do mais, normatiza os Estágios Curriculares Obrigatórios e orienta tanto discentes, quanto Supervisores e Preceptores. Desenvolvidas em redes hospitalares gerais e especializadas, ambulatórios, rede básica de serviços de saúde e comunidades, como previsto na Resolução CNE/CES 3/2001, publicado no Diário Oficial da União, Brasília, Seção 1, p. 37, as atividades práticas e estágios são de caráter obrigatório para os alunos do Curso de Enfermagem, no intuito de promover a complementação das disciplinas estudadas ao longo do curso, elemento fundamental para o desempenho da prática profissional.

1. Objetivos

1.1. Geral

Integrar o ensino teórico com a prática diária do enfermeiro, visando à aquisição de experiências, nas diversas áreas de atuação deste profissional, estimulando o discente em três pilares da atuação, assistência, ensino e pesquisa científica.

1.2. Específico

  •  Refletir sobre a importância do papel Enfermeiro na equipe de saúde e assistência dos clientes;
  • Possibilitar ao aluno à compreensão do processo de cuidar como instrumento de interpretação profissional;
  • Instituir um relacionamento com a equipe de Enfermagem, com a Instituição e com o paciente/cliente;
  • Respeitar o Código de Ética de Enfermagem e demonstrar compromisso com o curso e a profissão;
  • Compreender a política de saúde e os modelos de atenção vigentes;
  • Adquirir habilidades/iniciativa de identificar situações de risco e intervir quando necessário;
  • Habilitar o aluno a identificar as necessidades individuais e coletivas de saúde da população;
  • Proporcionar ao aluno a oportunidade de solucionar problemas e intervir no processo saúde/doença responsabilizando-se pela qualidade da assistência.2. Normatização2.1. Pré-requisitos para realização de estágiosAs Atividades Práticas e Estágios Curriculares não acarretam vínculo empregatício de qualquer natureza e tão pouco geram encargos sociais. Sendo desenvolvidos em hospitais e instituições de saúde, como Unidades de Atenção Primária e Centro de Atenção Psicossocial (CAPS). Os alunos deverão obedecer aos critérios estabelecidos pela IES, os quais determinarão a prioridade para a escolha do campo de estágio segundo o coeficiente de rendimento, bem como cronograma de curso. Para realização dos estágios, os alunos deverão estar devidamente matriculados no curso e ter cumprido as disciplinas que são pré-requisitos, obedecendo à carga horária estabelecida na matriz curricular do curso, distribuída conforme demonstrado a seguir:
PERÍODO DISCIPLINA CARGA

HORÁRIA

PRÉ-REQUISITOS
Bases Teóricas e Técnicas do Cuidar em Enfermagem II 120h

Bases Teóricas e Técnicas do Cuidar em Enfermagem I

Doenças Infecciosas e Parasitárias 60h Bases Teóricas e Técnicas do Cuidar em Enfermagem II
 Saúde Coletiva II  60h  Saúde Coletiva I
 6º Enfermagem em Clínica Cirúrgica  45h Bases Teóricas e Técnicas do Cuidar em Enfermagem II
 6º Enfermagem em Clínica Geral  45h Bases Teóricas e Técnicas do Cuidar em Enfermagem II
 6º Enfermagem em Bloco Cirúrgico e Sala de Recuperação  30h Bases Teóricas e Técnicas do Cuidar em Enfermagem II
 6º Enfermagem em Centro de Material e

Esterelização

 15h Microbiologia e Imunologia
 7º Enfermagem em Psiquiatria da Criança e

Adolescente

 30h Enfermagem em Clínica Geral e Saúde Coletiva II
Enfermagem em Psiquiatria do Adulto 45h Enfermagem em Clínica Geral e Saúde Coletiva II
 7º Enfermagem em Saúde da Mulher  15h  Saúde Coletiva II
Enfermagem em Neonatologia 30h Psicologia do desenvolvimento e

Enfermagem Clínica

Enfermagem em Emergência  30h Enfermagem em Clínica Geral
 8º Enfermagem em Pediatria  30h Saúde Coletiva II e Enfermagem em Clínica Geral
 8º  Enfermagem emObstetrícia Normal e Patológica 45h  Enfermagem em Clínica Geral
 9º Estágio Curricular nas Unidades Básicas de Saúde  420h Todas as disciplinas do 1º ao 8º Períodos e Disciplinas Eletivas
 10º Estágio Curricular em Hospitais Gerais e Especializados (Administração / Assistência)  420h Todas as disciplinas do 1º ao 9° Períodos e Disciplinas Eletivas

 O aluno que se encontrar em situação irregular em qualquer das disciplinas mencionada não poderá realizar as Atividades Práticas e Estágios Curriculares.

2.2 Frequência

  • Durante a supervisão, será analisada pelo Supervisor responsável pelo campo de estágio;
  • Na realização das Atividades Práticas, o estudante deverá atingir no mínimo 75% de frequência da carga horária, isso quer dizer que ele, legalmente, só tem direito a faltar o equivalente a 25% das práticas.
  • Será exigida a frequência de 100% da carga horária total de estágio que seguem os critérios mediante Diretrizes curriculares Nacionais para o curso de Enfermagem. A carga horária total de estágio contempla 20% da carga horária total do curso totalizando 840 horas. Sendo distribuídas 420hs para o Estágio Curricular I e 420hs para o Estágio Curricular II;
  • Mais de 05 (cinco) dias consecutivos de faltas ou 15 (quinze) dias intercalados geram abandono de estágio, no qual o aluno será notificado à Coordenação, sendo reprovado no campo de estágio, salvo apresentação de atestado médico;
  • Aos alunos estagiários que não puderem comparecer ao campo de estágio, nos casos previstos por lei (Lei no 6.202 de 17 de abril de 1975 e Decreto no 1.044 de 21 de outubro de 1969), terão suas faltas justificadas mediante a apresentação do atestado médico, tendo a oportunidade de repor a carga horária do campo de estágio em questão;
  • As faltas que não se enquadrem nos casos supracitados deverão ser apresentadas por escrito ao professor supervisor de estágio no prazo máximo de cinco (5) dias úteis, contendo identificação do programa de aprendizagem, nome do aluno, nome do professor supervisor de estágio, data da falta, exposição de motivo, data e assinatura do aluno. Caso este julgue a justificativa pertinente, o aluno terá a oportunidade de reposição da carga horária perdida em cronograma estabelecido pelo Coordenador de Estágio. O não cumprimento deste procedimento leva a reprovação do aluno;
  • Faltas não justificadas não serão repostas e, portanto, o aluno será REPROVADO, podendo cursar a disciplina no semestre subsequente;
  • Não há dispensa do cumprimento das atividades previstas em Estágio. Todos os afastamentos e faltas, independentemente dos motivos, devem ser repostos.

2.3 Aprovação

Será considerado aprovado, em se tratando de Atividades Práticas (4º ao 8º Períodos), o aluno que obtiver 75% de frequência. A pontuação valerá de 0,0 (Zero) á 3,0 (Três) pontos. Para efeito do Estágio Curricular Supervisionado (9o e 10o Períodos), o aluno que obtiver média igual ou superior a 7,0 (Sete), referentes às atividades propostas pelos supervisores. A pontuação será dividida entre a avaliação realizada no campo prático e Relatório, o que efinirá a média final.

3.0 Atribuições do estágiario

O aluno deverá atentar para as seguintes determinações:

  • Desempenhar suas atividades com responsabilidade, evitando erros técnicos, se caso ocorrerem, os mesmos serão julgados pelo Supervisor e Coordenação do Curso;
  • Observar as normas específicas da instituição na qual se desenvolvem as atividades de estágio;
  • Portar, obrigatoriamente, crachá de identificação na unidade;
  • Cobrir os custos de transporte para o local destinado ao estágio supervisionado;
  • Providenciar esquema de vacinação completo;
  • Notificar acidentes perfuro-cortantes ao supervisor;
  • Usar roupas adequadas, respeitando o pudor. O comparecimento no campo de estágio se dará com uniforme branco completo, sendo exigência o uso do jaleco padronizado. A calça branca deve ser comprida ou saia na altura do joelho e não ser transparente, não sendo permitido o uso de calça pescador, bermuda ou capri. Os sapatos deverão ser fechados e de material resistente e ser de cor branca;
  • Nunca atuar sem supervisão do enfermeiro. Resolução COREN 240/2000, pois se caracteriza infração do código de ética;
  • Qualquer reclamação, solicitação ou reivindicação deverá ser dirigida, diretamente ao supervisor do campo de estágio, que fará os devidos encaminhamentos;
  • Não ausentar-se do campo de práticas, durante o horário de atividades, salvo quando autorizado pelo supervisor;
  • Cabelos limpos, penteados e presos; barba feita; evitar perfumes de fragrância acentuada; unhas curtas, sendo permitidos esmaltes transparentes;
  • Não será permitido o uso de jóias (anéis, pulseiras, correntes e piercings aparentes), apenas adornos discretos e aliança;
  • Evitar manifestações barulhentas em qualquer recinto da instituição;
  • Não transitar nas dependências da instituição de estágio curricular supervisionado fora do período da prática clínica e estágio curricular supervisionado;
  • É extremamente proibido: fumar, consumir bebidas alcoólicas, usar drogas ilícitas, dentre outros;
  • O aluno deverá recusar qualquer tipo de gratificação pelo trabalho prestado em campo de práticas;
  • O aluno que portar aparelho celular deverá mantê-lo desligado ou no modo silencioso;
  • Caso o estudante deixe de se apresentar adequadamente no campo de estágio, o supervisor tem autonomia de suspendê-lo daquele dia de estágio, atribuindo falta ao aluno, que receberá anotação no boletim de avaliação do estudante;
  • O aluno deverá comparecer todos os dias com material de bolso completo (caneta azul ou preta, lápis, borracha, termômetro, garrote, relógio de ponteiro, tesoura e caderneta para anotações);
  • O aluno não deverá lanchar em local inapropriado e sem a autorização do supervisor;
  • Hábitos alimentares, mascar chicletes nas dependências das instituições e em contato com pacientes devem ser abolidos;
  • O aluno deverá participar integralmente das avaliações (estudo de caso), bem como, das reuniões convocadas pela supervisão de estágio;
  • O aluno deve comparecer ao campo de estágio preferencialmente 15 (quinze) minutos antes do horário de início do estágio, bem como, participar das passagens de plantão da unidade ao qual está escalado;
  • Na ocorrência de qualquer atraso superior a 30 (quinze) minutos, será computada falta;
  • O aluno deverá comunicar à Coordenação de Estágio ou ao supervisor de estágio qualquer fato relevante sobre o seu estágio;
  • O aluno deverá respeitar o sigilo e a confidencialidade dos atos, fatos e documentos de qualquer natureza de que venham ter conhecimento no decorrer do Estágio, sujeitando-se a responder judicialmente pela infração que vier a praticar, na forma da Lei;
  • O aluno deverá assinar a Lista de Presença diariamente, como forma de comprovação da carga horária de estágio cumprida;
  • O aluno deverá entregar um Relatório final de Atividades, como requisito para obtenção da segunda nota;
  • Em caso de falta, o aluno deverá preencher a Justificativa de Falta, que será avaliada pela Coordenação de Estágio. Esta é uma exigência para a reposição das faltas em cronograma a ser definido pela Coordenação de Estágio;
  • Desenvolver as pesquisas bibliográficas e leituras complementares que se fizerem necessárias à prática do estágio;
  • Comentar, apenas em supervisão, a atuação de colegas ou funcionários do local onde desenvolve o estágio;
  • Encaminhar dúvidas ou problemas de ordem administrativa ao coordenador do programa de estágio para receber as devidas orientações, quando estas não foram resolvidas pelo professor de estágio;
  • Respeitar os princípios da Declaração Universal dos Direitos Humanos;
  • O aluno deverá assinar o Termo de Ciência antes de iniciar o estágio curricular, certificando-se de compreendeu todas as informações contidas neste manual.

4.0 Atribuições do coordenador de estágio

Caberá ao Coordenador de Estágio:

  • Se responsabilizar pelo planejamento, controle e avaliação do estágio;
  • Atuar na formação dos grupos de alunos para os respectivos campos de estágio;
  • Em parceria com os supervisores de Estágio, assegurar as condições referidas (frequência, pré-requisitos e notas) dos alunos para o cumprimento do estágio curricular;
  • Analisar as condições dos campos de estágio;
  • Elaborar e enviar previamente as escalas, cronogramas, carga horária total, relação de estagiários, documentação e horários para a instituição concedente do estágio;
  • Elaborar a organização sequencial do estágio curricular, assim como o cronograma de atividades e divulgá-lo;
  • Orientar o corpo docente e discente sobre o planejamento e a estruturação do estágio curricular;
  • Promover reuniões de planejamento e avaliação junto à equipe de trabalho;
  •  Informar ao Coordenador do Curso a programação semestral dos estágios, bem como a carga horária desenvolvida pelos supervisores de estágio;
  • Acompanhar a pontualidade e assiduidade dos alunos, bem como do preenchimento dos diários de classe e atas finais, por parte dos supervisores de estágio;
  • Realizar visitas periódicas nos locais de estágio, com o objetivo de avaliar e registrar as atividades, os problemas e as necessidades;
  • Dar suporte às situações de descumprimento das normas estabelecidas neste manual para os supervisores.

5.0 Atribuições dos supervisores de estágio

Caberá aos supervisores de estágio:

  • Entrar em contato com a Instituição na qual vai estagiar para se apresentar e conhecer as regras da mesma antes do início do estágio;
  • Ter cópia do Contrato de Convênio para seguir as cláusulas acordadas entre as partes;
  • Executar o plano de ensino do estágio e atividade prática;
  • Supervisão dos alunos nos locais previamente disponibilizados para a realização do estágio;
  • Estar devidamente uniformizado segundo padrões estabelecidos e com o crachá de professor, com identificação das Faculdades Integradas da Vitória de Santo Antão – FAINTVISA;
  • Realizar o feedback das atividades e/ou procedimentos desenvolvidos com os alunos no campo de estágio;
  • Analisar as atividades desenvolvidas, pelos alunos, de forma contínua, orientando os quando necessário e exigindo as habilidades requeridas para a prática de estágio;
  • Controlar e registrar diariamente a frequência (assiduidade/praticidade) dos alunos nas atividades de estágio em impresso próprio;
  • Cumprir rigorosamente o cronograma apresentado pela Coordenação de Estágio;
  • Comunicar quaisquer alterações na condição dos alunos estagiários ao Coordenador de Estágio;
  • Realizar a avaliação final dos alunos estagiários e das atividades desenvolvidas;
  • Comparecer às reuniões convocadas a respeito de estágio;
  • Preencher formulários e diários de classe conforme prévia orientação;
  • Incentivar o bom desempenho dos acadêmicos, bem como contribuir para sua melhor qualificação e utilização de acordo com os objetivos propostos;
  • Colaborar para manter um ambiente agradável e ético, com equipes multiprofissionais e demais funcionários dos locais de estágios de cada Instituição;
  • Conscientizar os acadêmicos quanto à prevenção de acidentes;
  • Zelar e colaborar pela manutenção e aperfeiçoamento do campo de estágio;
  • Detectar e avaliar as condições do campo de estágio, promovendo a qualidade do estágio;
  • Organizar um “diário de campo” contendo: anotação de possíveis intercorrências, frequência diária dos alunos, atividades que foram realizadas no dia;
  • Dar aos alunos, no início do estágio, todas as orientações sobre o estágio previstas neste manual;
  • Zelar pela integridade física de seus alunos, prevenindo situações que possam oferecer risco aos mesmos;
  • Dar ciência imediata ao Coordenador de Estágio das intercorrências ocorridas, bem como relatar e encaminhar ao Coordenador de Curso;
  • Zelar pelo uso racional do material de consumo.
  • Realizar a correção de relatório escrito entre ao final do estágio e emitir nota.

6.0 Atribuições da Unidade Cedente

Caberá à Unidade Cedente:

  • Receber os alunos em data previamente marcada para o início formal do estágio;
  • Mostrar o espaço físico e expor as normas de funcionamento do local;
  • Designar espaço físico a ser utilizado pelo aluno durante as atividades de estágio.
  • Assinar a ficha de frequência (assiduidade e pontualidade) do aluno nos dias de atividades práticas no local;
  • Receber o Supervisor do programa de estágio e/ou o professor de estágio para a efetivação do contrato, acompanhamento do estágio e avaliação das atividades desenvolvidas;
  • Informar ao professor supervisor qualquer irregularidade ou alteração no processo de Estágio;
  • Participar do encerramento das atividades;
  • Realizar emissão de nota mediante avaliação das atividades desenvolvidas pelo aluno.


 Duração: 5 anos  Tipo de formação: Bacharelado  Valor da mensalidade: R$ 653,00**


**Valores das mensalidades válidas para pagamentos efetuados até o 5º dia útil de cada mês.

CONTATO


Entre em contato com a coordenação do curso preenchendo o formulário abaixo ou fale diretamente conosco pelos fones (81)3523.1020 | 3523.1608.

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem

Digite o texto da imagem: captcha

MAIS INFORMAÇÕES


Loteamento São Vicente Ferrer, 71
Cajá – Vitória de Santo Antão – PE

(81) 3523.1020 | 3523.1608

dcm@faintvisa.com.br

Atendimento das 13:00h às 22:00h.

 

SOCIAIS FAINTVISA